domingo, 12 de fevereiro de 2012

Panos de prato

Agora estamos só, eu e meu marido. Dizem que é assim mesmo, começamos a dois e assim terminamos. Só que as minhas filhas foram pra tão longe. Minha caçula foi embora quarta feira e desta vez está difícil.
Ontem fui no aniversário da minha sobrinha pra me distrair e voltei pior. Minhas cunhadas com as filhas, voltei pra casa mal.






Ontem terminei estes panos que bordei quando elas ainda estavam aqui, espero voltar para meus trabalhos para ver se me animo.

vendidos

7 comentários:

Paula Louceiro disse...

Oi Cle, imagino que deve ser ruim mesmo para os pais. Mas ao mesmo tempo é bom ver as filhas independente não é mesmo?
É normal ficar um pouco triste, mas bom saber que elas estão bem.
Fico aqui na torcida para que se anime logo.
Os paninhos estão lindos como sempre.
Bjoka

Nilda Biagio disse...

Olá Clemilde
É assim mesmo,minha amiga...chega a hora que nossos filhos vão seguir seu caminho e só nos resta rezar por eles!!Sei bem como vc está se sentindo ...eu também já passei por tudo isso.
Fica com Deus!!!
Bj
Nilda

Duh Franzen disse...

Oi Clemilde
Mais cedo ou mais tarde, os filhos se vão para cuidar da sua própria vida, e o 'ninho' acaba ficando vazio,ainda não passei por isso, mas imagino que seja difícil demais ficar longe deles.
Fica com Deus!
Bjos

Patchcolagem - aplique disse...

Olá amiga
Tb estou passando por isso, meu filho resolveu ir morar com a namorada e tocar a vidinha deles... sei como é difícil e o quanto dói. O que me conforta é ele foi pela vontade dele mesmo e está super feliz, isso conforta!!!
Se afunde nos patches, minha amiga, é uma excelente terapia e vc faz coisas maravilhosas, bjks em seu coração.

Maria Alice disse...

Clemilde
Lindos panos de praro! gostei da galinha. Parabéns, beijos

Marcia_bordados disse...

Olá Clemilde.Infelizmente é assim os filhos crescem,seguem o seu caminho.Sei que tambem vou passar por isso.
Ficou lindo os seus panos de prato,bjs fica com DEUS.

Lucia Bara disse...

Oi Amiga
Imagino o que você está sentindo, ficar sem a presença constante dos filhos e muito deprimente.
As minha meninas já estão criando asas e eu já estou sentindo o gostinho amargo de ficar sem elas, é triste.
Força amiga é para o bem e crescimento delas.


Beijo em seu coração
hptt://cafeecetim.blogspot.com